A FATACIL

FATACIL, âncora do Artesanato, Turismo, Agricultura, Comércio e Industria
LAGOA, PORTUGAL.

ADICIONAR AO CALENDÁRIO

A FATACIL está no coração de todos aqueles que, em cada ano, se reencontram em LAGOA, na maior feira a SUL do TEJO. Podemos apelidar a FATACIL como a âncora do Artesanato, Turismo, Agricultura, Comércio e Industria, já que o seu efeito disseminador vai muito para além das “fronteiras” de Lagoa ou do Algarve. São 37 anos de história, 37 anos de sucesso e 37 anos de reinvenção permanente.

http://www.fatacil.pt/site/wp-content/uploads/2015/10/cartaz_small-2-446x631.jpg

Durante 10 dias passam pela FATACIL mais de 170.000 pessoas, que valorizam a Feira com as suas tradições, memórias e desejos. A FATACIL está em 2016 a demonstrar a sua capacidade de se reinventar, de se adaptar aos novos tempos e de se tornar um evento com mais futuro. Com uma nova organização espacial, a FATACIL aposta ainda mais no que é genuíno, no que é realmente nosso! No ano em que Lagoa é a Cidade do Vinho 2016, convidamos todos a conhecer um pouco mais de Portugal, do Algarve e de Lagoa.

HORÁRIO DA FATACIL

Todos os Dias
Abertura às 18h00 e fecho à 01h00.
Nos dias de After Hours a feira fecha às 3h00, no entanto os stands podem fechar à 1h00.
Mais informações no Programa Oficial 2016.

REDES SOCIAIS

Fatacil - Página Oficial
Fatacil Equestre - Dedicada aos eventos equestres
Fatacil Memória - Deune memórias escritas e visuais da feira

ARTISTAS

D.A.M.A.

D.A.M.A.

Banda

Francisco Maria Pereira, Miguel Coimbra e Miguel Cristovinho, são um grupo que se destaca por sonoridades diferentes e pela empatia com o público nos seus concertos.
Regressam agora em força com uma maior aposta na produção, resultando numa evolução significativa.
Com inúmeros concertos em casas muito conhecidas da noite Lisboeta, um considerável feedback nos seus vídeos no programa Youtube e neste momento já se fazem ouvir nas rádios Comercial, Cidade FM, Sudoeste TMN, entre outras.
Estejam por isso atentos à agenda de concertos e venham vocês próprios confirmar que os D.A.M.A são um grupo que deu, está e  vai dar que falar.
Anselmo Ralph

Anselmo Ralph

Músico

Anselmo Ralph nasceu em 1981 na Cidade de Luanda, frequentou o liceu em Angola. Depois imigrou para Nova Iorque para terminar os estudos onde se graduou em contabilidade na faculdade da comunidade de Manhattan do Borough em New York. Nos anos 90, Anselmo mudou-se para Madrid (Espanha) onde viveu alguns anos, foi nessa altura que descobriu a sua paixão pela música e se tornou um grande admirador de um dos mais populares cantores dominicanos, Juan Luís Guerra. Isto teve muita influência na carreira futura de Anselmo Ralph como um músico.

The Gift

The Gift

Banda

Nascidos em 1994, os The Gift surgiram inicialmente como projeto paralelo dos Deas Souls, banda de então de Nuno Gonçalves e Miguel Ribeiro. A evolução de um projeto para o outro aconteceu de forma natural, uma vez que sentiam que a sonoridade dos Dead Souls estava limitada aos instrumentos que utilizavam (guitarra, bateria, baixo e ukelele), e a urgência em experimentar novos sons e partir para novos horizontes musicais era cada vez maior. Assim, o que começou por ser um projeto secundário de ambos os jovens a darem os passos iniciais na música, foi crescendo e ganhando maior importâncias na vida destes.

Agir

Agir

Músico

Compositor desde os 12 anos de idades, Agir herdou dos pais a paixão pelas artes performativas, mas é na música que prefere viver. Começou por disponibilizar músicas gratuitamente no Youtube e, mais tarde, compilou alguns temas de maior sucesso a que juntou novos originais. Assim nasceu “Agir”, o longa-duração de estreia, que editou em Julho de 2010.

Miguel Araújo

Miguel Araújo

Músico

Miguel Araújo é um dos artistas mais completos da nova geração.
É hoje considerado, já, um dos grandes nomes da música portuguesa, destacando-se como compositor, letrista, cantos e músico, sendo bem sucedido em cada uma destas vertentes que compõe a sua multi-facetada e eclética carreira. São já muitas as canções da sua autoria, cantadas por si e por outros (Azeitonas, dos quais faz parte, António Zambujo, Ana Moura, Carminho) que fazem parte do espólio das grandes canções populares portuguesas deste século.

Quim Barreiros

Quim Barreiros

Músico

Ainda criança, Quim Barreiros bebeu os ensinamentos musicais da grande tradição minhota: os viras, os malhões, as chulas e canas-verdes.
Na adolescência viajou por Portugal inteiro, já a tocar acordeão em ranchos folclóricos com os quais tomou contacto com muitos outros géneros do nosso país. No inicio da idade adulta, fixou-se em Lisboa, onde frequentou as casas de Fado e começou paralelamente a inscrever o seu nome em dezenas e dezenas de gravações – essencialmente de música tradicional portuguesa mas não só.
E com a descoberta de uma voz própria como cantor, em meados dos anos 70, e a sua vocação para as rimas brejeiras e divertidas – com uma passagem pelo canto de intervenção ao contrário - , estava abertos o caminho a um dos percursos mais sui generis e originais da música portuguesa dos últimos quarenta anos.
Rita Guerra

Rita Guerra

Cantora

Considerada uma das melhores vozes Portuguesas, Rita Guerra nasceu em Lisboa, a 22 de Outubro de 1967. A paixão pela música encontrou-a ainda na adolescência e a sua voz única e rica granjeou-lhe o primeiro contrato discográfico aos 22 anos.

Mickael Carreira

Mickael Carreira

Músico

Brevemente.

Ana Moura

Ana Moura

Cantora

Não há outra voz no fado como a de Ana Moura. Uma voz que se passeia pela tradição livremente, sem deixar de flirtar elegantemente com a música pop, alargando de uma forma muito pessoal o raio de ação da canção de Lisboa. Mas aquilo que a distingue é não apenas um timbre grave e sensual como há poucos – Ana Moura transforma instantaneamente em fado qualquer melodia a que encoste a sua voz. É um rastilho imediato, uma explosão emocional disparada sem contemplações ao coração de quem a ouve.

Rui Veloso

Rui Veloso

Músico

Cantor, compositor e guitarrista, começou a tocar harmónica aos seis anos. Mais tarde deixar-se-ia influenciar por B.B. King e Eric Clapton, e lançou, com vinte e três anos, o álbum que o projectou no panorama da música nacional, Ar de Rock. Dele fazia parte a faixa Chico Fininho, um dos maiores sucessos da obra de Rui Veloso e de Carlos Tê, seu letrista.
Entre os seus restantes sucessos fazem parte Porto Sentido, Não Há Estrelas No Céu, Sei de Uma Camponesa, A Paixão (Segundo Nicolau da Viola) e Porto Covo.
Na década de 1990 integrou o Rio Grande, formado por Tim, João Gil, Jorge Palma e Vitorino, num estilo de música popular com influências alentejanas que alcançou uma considerável popularidade. Dessa experiência resultariam dois discos, um de originais em 1996, outro ao vivo, em 1998.
Em 2000 lançou a compilação O Melhor de Rui Veloso - 20 anos depois, seguindo-se um disco de tributo dedicado ao seu álbum de estreia: 20 anos depois - Ar de Rock.
Em 2003, a mesma formação dos Rio Grande, mas sem Vitorino, voltou a juntar-se no projecto Cabeças no Ar, dedicado a canções nostálgicas que remontam aos tempos da escola, entre elas O Primeiro Beijo.
Regressou aos discos de originais, em 2005, com A Espuma das Canções. Em 2 de Junho de 2006 actuou no Rock in Rio em Lisboa, precedendo os concertos de Carlos Santana e de Roger Waters. No mesmo ano comemorou vinte e cinco anos de carreira, ocasião brindada com três concertos, dois no Coliseu do Porto e um no Pavilhão Atlântico. Em 2008 colaborou com a banda Per7ume no tema Intervalo, que foi um record de vendas nacional. Em 2009 lançou o álbum Rui Veloso ao Vivo no Pavilhão Atlântico. No ano de 2010, o Rui Veloso, conhecido como “Pai do Rock Português” comemorou 30 anos de carreira com concertos no Coliseu de Lisboa e no Coliseu do Porto.
Os anos que se seguiram levaram Rui Veloso aos palcos de todo o país. De realçar o concerto no centro do Rio Douro, a edição do disco Rui Veloso & Amigos e a digressão de “Rui Veloso Trio” que culminou em atuações históricas nos esgotados coliseus de Lisboa e Porto.
Em 2015 Rui Veloso comemorou 35 anos de carreira.

Em 2016, Rui Veloso apresenta uma produção única onde revisita os temas mais emblemáticos da sua carreira. Brevemente nos melhores palcos do país.

AGENDA DO EVENTO

  • Parque Municipal de Feiras e Exposições de Lagoa
    Apartado 66, 8401-901 Lagoa

  • 19 a 28 de Agosto, 2016
    18h00 - 1h00 (em dias "After Hours" aberto até às 3h00)

DIA HORA ARTISTA
19/08/2016 18h00 D.A.M.A
20/08/2016 18h00 ANSELMO RALPH
21/08/2016 18h00 THE GIFT
22/08/2016 18h00 AGIR
23/08/2016 18h00 MIGUEL ARAÚJO
24/08/2016 18h00 QUIM BARREIROS
25/08/2016 18h00 RITA GUERRA
26/08/2016 18h00 MICKAEL CARREIRA
27/08/2016 18h00 ANA MOURA
28/08/2016 18h00 RUI VELOSO

COMPRE O SEU BILHETE!

INFORMAÇÕES

LOCALIZAÇÃO

Parque Municipal de Feiras e Exposições de Lagoa
8401-901 Lagoa
Algarve
Data: Agosto 19 a 28, 2016
Horário: 18h:00 à 1h00
Horário dias "After Hours": até às 2h30m

CONTACTOS

Secretariado da FATACIL 2016
Parque Municipal de Feiras e Exposições de Lagoa
8401-901 Lagoa - Algarve, Portugal
Telefone: (+351) 282 380 465
Email: fatacil@cm-lagoa.pt


ENVIE-NOS UMA MENSAGEM!


MAPA

PATROCINADORES

//www.fatacil.pt/site/wp-content/uploads/2015/10/pat_zezene_logo.png
//www.fatacil.pt/site/wp-content/uploads/2015/10/pat_repson_logo.png
//www.fatacil.pt/site/wp-content/uploads/2015/10/pat_slidesplash_logo.png
//www.fatacil.pt/site/wp-content/uploads/2015/10/pat_ccagricola_logo.png
//www.fatacil.pt/site/wp-content/uploads/2015/10/pat_delta_logo.png
//www.fatacil.pt/site/wp-content/uploads/2015/10/pat_sagres_logo.png

ORGANIZAÇÃO

//www.fatacil.pt/site/wp-content/uploads/2015/10/org_lagoa_logo.png

APOIOS

//www.fatacil.pt/site/wp-content/uploads/2015/10/apoio_amaraterra_logo.png

MEDIA PARTNERS

//www.fatacil.pt/site/wp-content/uploads/2015/10/pat_rcomercial_logo.png
//www.fatacil.pt/site/wp-content/uploads/2015/10/TVI.png